Colóquio – “A MGF e a Sociedade civil: A opinião conta” [14.Jan]

A MEDICINA GERAL E FAMILIAR E A SOCIEDADE CIVIL, A OPINIÃO CONTA?

 

14 de Janeiro de 2009, 4ª feira, 21h 30m

 

Sala Miguel Torga, Sede da Ordem dos Médicos

(Seccção Regional do Centro, Avenida Afonso Henriques, Coimbra)

 

 

OBJECTIVOS 

 1 – Mútua compreensão da função social dos intervenientes (médicos de família versus sociedade civil e vice-versa), assumida (ou não) por cada um deles (direitos e deveres, exigência e respeitabilidade).

 2 – A opinião (também direito e dever, cidadania e profissionalismo, liberdade e responsabilidade), como expressão de comportamentos (corporativismo ou irracionalidade / ignorância, medicina de proximidade e medicina solidária, dinâmica de massas e emoção).

 3 – Interesses legítimos (médicos e sociedade) e ganhos secundários (direito de fruição, oportunismo, envolvimento político, partidarização).

  

 

PROGRAMA

Moderadores:

Hernâni Caniço (CG / MGF / FMUC)

Lino Vinhal (Director do Jornal Campeão das Províncias)

João Luís Campos (Director-adjunto Executivo do Diário de Coimbra)

António Abrantes (Director do Diário As Beiras)

 

Comentadores:

José Manuel Silva (Professor Universitário, Presidente da Ordem dos Médicos – SRC)

Luís Pisco (Médico de Família, Presidente da Associação Portuguesa Médicos de Clínica Geral)

Marinho da Silva (Médico Hospitalar, Hospitais da Universidade de Coimbra)

Bruno Pedro (Aluno da FMUC, Presidente da Comissão de Curso do 6º Ano)

 

%d bloggers like this: