CONSELHO GERAL da UC – Eleições [24.Nov]

ELEIÇÕES PARA O CONSELHO GERAL

DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

 

No próximo dia 24 de Novembro (2ª f), decorrerão as eleições para o CONSELHO GERAL DA UC.

 

Porque é que é importante ler e estar informado sobre o que é o Conselho Geral?

Porque vai decidir o futuro da UC, que terá implicações directas na vida dos estudantes: tu, os mais novos, os mais velhos, os bolseiros, os trabalhadores estudantes….

 

COMO TUDO SURGIU?

O Regime Jurídico Instituições Ensino Superior (RJIES – publicado em Diário da República a 10 de Setembro de 2007), obriga a mudanças profundas na UC, avistando-se um novo futuro! Concretamente, o modelo de gestão da UC, assim como o peso dos alunos nos órgãos, foram alterados, mudando também o modo de funcionamento e toda a dinâmica da Universidade.

Assim, os estatutos da Universidade de Coimbra foram revistos, de acordo com as linhas de orientação do RJIES (estatutos novos da UC publicados em Diário da República a 1 de Setembro de 2008).

 

O QUE VAI MUDAR?

Até agora, o órgão deliberativo máximo da UC era o Senado da Universidade (com docentes, funcionários e estudantes), em que se tomavam as decisões mais importantes e com consequências práticas para o dia a dia da Universidade. Com o novo RJIES, o órgão deliberativo máximo deixa de ser o Senado (que passa a ser apenas consultivo) e passa a ser o Conselho Geral.

 

 O QUE É O CONSELHO GERAL?

            É o novo órgão de poder deliberativo máximo da UC, em que têm lugar 35 membros: 18 docentes (professores e investigadores), 2 funcionários, 5 alunos (4 representantes do 1º e 2º ciclo e 1 do 3º ciclo) e 10 membros externos à UC. Na primeira reunião do CG elegem-se os elementos externos, que concorrem em listas de 10 elementos. O Magnífico Reitor, no CG, tem apenas participação, não exercendo direito de voto.

 

 

PORQUE É QUE O CONSELHO GERAL É IMPORTANTE?

            Porque vai ser no seu seio que se vão debater e definir questões tão importantes como:

– Presença de elementos externos à UC (10 elementos – coaptação);

– Possibilidade de transformação da UC em Fundação – com que consequências e implicações;

– Propinas – valores e aumento do 1º para o 2º ciclo;

– Acompanhar projecto Magnífico Reitor, sensibilizando e mostrando posição e necessidades dos Estudantes;

– Agregação de saberes – até que ponto se podem reorganizar as faculdades e departamentos (unidades orgânicas);

– Plano estratégico da UC: ciência, pedagogia, desenvolvimento e inovação, orçamento (proposto pelo Reitor);

– Investigação: participar na sua gestão e desenvolvimento nas várias unidades orgânicas;

– Provedor do Estudante (defesa e promoção direitos dos estudantes) – ponte estudantes – docentes;

– Mobilidade dentro do espaço europeu;

– Manual Boas Práticas Pedagógicas – sua elaboração e implementação e tudo o que isso implica;

– Nomeação dos Directores das unidades Orgânicas.

 

 

ESTÁ ATENTO À CAMPANHA DAS VÁRIAS LISTAS E DECIDE EM CONSCIÊNCIA, PELO CONTEÚDO DO QUE TE É APRESENTADO.

 

FAZ A ANÁLISE CUIDADA DAS VÁRIAS LISTAS E CONCLUI QUAL IRÁ TRANSPOR A REALIDADE DOS ESTUDANTES DA UC PARA A SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS! PARTICIPA NA CONSTRUÇÃO DA NOVA UC!

 

ELEGE, DIA 24 DE NOVEMBRO, A QUALIDADE DA REPRESENTATIVIDADE, O CONTEÚDO DA REFLEXÃO CONSISTENTE!

 

 As eleições são por Método de Hondt (como para a Assembleia da República, em que entram, por lista, o número de alunos relativo à percentagem de votos).

 

DIA 24 NOVEMBRO – VOTA para o CONSELHO GERAL

 

Fica a saber mais nas entrevistas que os alunos cabeça de lista deram ao jornal universitário “A Cabra” em http://www.acabra.net/artigo.php?id_artigo=3937

Lista C, “Coimbra é hoje”, Luís Rodrigues

Lista M, “A UC merece mais”, Fabian Figueiredo

Lista P, “Projectar o futuro”, Inês Mesquita

Lista T, “Representa-te connosco”, Nuno Mendonça

Lista U, “Unidos pela UC”, Filipe Andrade 

Consulta também os anexos, em que podes saber tudo sobre  RJIES e Estatutos UC (suas publicações em Diário da República):

   . RJIES

   . Estatutos UC

 

%d bloggers like this: